Águas de São Francisco do Sul reduz índices de perdas de água tratada

O ano era 2014 e mais de 40% de toda a água tratada era perdida em São Francisco do Sul durante o processo de distribuição. Quatro anos depois, a realidade já era bem diferente: em 2018, a concessionária Águas de São Francisco do Sul encerrou o ano registrando um índice de perda 28,7%. Em 2019, estes índices estão ainda menores: 23,9%. A meta contratual era chegar ao índice de 30,4% no quarto ano da concessão e a tendência é reduzir ainda mais estas perdas.

Além de inutilizar todos os produtos e processos gastos no tratamento que torna a água potável, as perdas também causam um impacto ambiental, pois geram maior demanda de captação para abastecer a cidade de forma contínua, já que se sabe que uma parte da água não vai chegar. “Este resultado reflete em benefícios ambientais por evitar a necessidade de captação e produção superior ao volume efetivamente demandado”, destaca Matheus Silva, gestor operacional da Águas de São Francisco do Sul.

Ele explica que, para obter essa melhoria, a concessionária adotou diferentes ações como troca de redes, automatização de registros, renovação do sistema de hidrômetros, combate a fraudes (os chamados “gatos”), controle de nível dos reservatórios, treinamento de mão de obra e intensificação do trabalho de geofonamento para detectar vazamentos que não afloram na superfície.

Para agilizar ainda mais o combate às perdas, a Águas de São Francisco do Sul orienta a população a entrar em contato com o serviço de atendimento assim que um vazamento for identificado, através do 0800 595 4444 ou mensagens para o WhatsApp 99234 1414.

Em março de 2013 foi quando começou a história do Folha Babitonga na versão impressa. De lá para cá muita coisa mudou e o jornal buscou se adequar as novas mídias. Por isso, em março de 2019 entramos em uma nova era. O Folha Babitonga tem se destacado pela produção de conteúdos próprios e focados em São Francisco do Sul. Para manter este trabalho, estamos realizando a campanha de contribuição. Sim. Os conteúdos permanecerão de acesso livre a todos os leitores.  Faça uma contribuição para nos ajudar a entregar um jornalismo comprometido com São Francisco do Sul e independente. Apoie o Folha Babitonga a partir de R$ 10. Obrigado.