Amanhã é dia de pedágio no Ervino da Rede Feminina

Ligia Oliveira (secretária) e Iza Maria (presidente) divulgam a campanha do Outubro Rosa 2019

Ligia Oliveira (secretária) e Iza Maria (presidente) divulgam a campanha do Outubro Rosa 2019

 

A Rede Feminina de Combate ao Câncer de São Francisco do Sul vai realizar neste sábado, dia 5, um pedágio no Ervino para arrecadar fundos para a entidade e também para divulgar a campanha do Outubro Rosa. “É a primeira experiência que a gente vai fazer no Ervino e vamos levar camisetas para vender. A gente precisa de ajuda de todos os lados e estamos sempre correndo atrás”, comenta a presidente da entidade Iza Maria Gramigna Rodrigues. Além do pedágio, a Ordem Demolay fará arrecadação de alimentos em mercados do município.

O mês de outubro é uma época agitada na rede por causa da campanha do Outubro Rosa. Além das voluntárias ter mais trabalho com a comercialização de camisetas, há também um aumento significativo na procura por exames preventivos. As empresas, escolas e entidades também procuram a Rede Feminina para palestras sobre a prevenção.

Conforme a presidente, a procura durante o ano todo por diagnósticos e prevenção a saúde da mulher faz com que a entidade se esforce para buscar formas de manutenção. Há também uma equipe preparada para fazer palestras e ações sobre a saúde da mulher. Além disso, há outros serviços oferecidos para a comunidade.

A entidade possui também dois médicos que atendem a cada 15 dias. “Quando tem alteração (nos exames) a gente encaminha para a consulta, mas primeiro precisa fazer o preventivo e a mamografia”, explica Iza. Em 2018 foram realizados 143 exames preventivos de colo de útero e 217 de mamografia.

A presidente reforça a necessidade de prevenção. “Hoje das cerca de 100 mil mulheres, 57 mil são atingidas pela doença”, diz. E ela ainda reforça a necessidade da prevenção para os homens.

Tanto é que a campanha neste ano é compartilhada com o Novembro Azul que trata da saúde do homem. “É a segunda doença que mais mata os homens. Estamos querendo acabar com o preconceito sobre os exames preventivos”, comenta.

AGENDA

Dia 5
– Pedágio na Praia do Ervino
– Arrecadação de alimentos pela Ordem Demolay em prol da Rede Feminina

Em março de 2013 foi quando começou a história do Folha Babitonga na versão impressa. De lá para cá muita coisa mudou e o jornal buscou se adequar as novas mídias. Por isso, em março de 2019 entramos em uma nova era. O Folha Babitonga tem se destacado pela produção de conteúdos próprios e focados em São Francisco do Sul. Para manter este trabalho, estamos realizando a campanha de contribuição. Sim. Os conteúdos permanecerão de acesso livre a todos os leitores.  Faça uma contribuição para nos ajudar a entregar um jornalismo comprometido com São Francisco do Sul e independente. Apoie o Folha Babitonga a partir de R$ 10. Obrigado.