Ascoredi decide não aderir ao movimento de anexação a Itapoá

Na assembleia de sábado, dia 22, a Associação Comunitária e Representativa do Distrito do Saí (Ascoredi) decidiu não vai aderir ao movimento que quer a saída da região do distrito e a anexação a Itapoá. “Confiamos na gestão do prefeito Renatinho”, afirmou o presidente Luis Carlos Roika. A entidade emitiu uma com a decisão dos associados.

 

No documento, a Ascoredi diz que reconhece os movimentos sociais que visam buscar melhorias para o Distrito do Saí. Mas, diz que vai atuar junto ao executivo para que a comunidade seja atendida. “Vamos solicitar melhorias, precisamos muito”, comenta Roika.

Dentre os pedidos estão a criação de uma Subprefeitura, redução dos valores do transporte da lancha e ampliação dos horários do ferryboat.

 

Nota Oficial

A Associação Comunitária e Representativa do Distrito do Saí (ASCOREDI), em Assembleia realizada em 22/06/2019, decidiu por voto da maioria simples dos associados presentes, se pronunciar da seguinte forma:
A ASCOREDI reconhece como válidos e legítimos todos os movimentos sociais que buscam a melhoria das condições de vida dos habitantes do Distrito do Saí.
A ASCOREDI, entretanto, se coloca em posição ativa na busca por direitos civis e comunitários junto à Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul, que visem garantir melhor qualidade de vida, acesso a serviços públicos e de mobilidade urbana. Neste sentido se propõe a protocolar documento junto aos órgãos públicos e representativos, e articular ações que visem garantir aos moradores do Distrito do Saí os seguintes itens:
1. Implantação de Subprefeitura do Distrito do Saí, para descentralizar serviços hoje somente disponíveis no Centro de São Francisco do Sul;
2. Solicitar ampliação do horário de funcionamento a Unidade de Saúde, conforme previsto e amparado financeiramente pelo Ministério da Saúde na Portaria nº 930, de 15/05/19, do Ministério da Saúde, que institui o Programa Saúde na Hora Certa;
3. Reivindicar que a Prefeitura de São Francisco do Sul retome o Projeto Costa do Encanto como projeto prioritário junto ao Governo do Estado;
4. Garantir subsídio municipal para redução do valor da Lancha de acesso ao Centro de São Francisco do Sul aos moradores do Distrito do Saí, bem como a ampliação dos horários;
5. Garantir o horário ampliado do Ferry Boat da Vigorelli até as 24:00 horas, bem como ampliação do horário do Ferry Boat do Estaleiro;
6. Garantir a manutenção de todas as vias ainda não pavimentadas com saibro.
A ASCOREDI elegerá uma comissão representativa para encaminhar, acompanhar e prestar contas à comunidade acerca das reivindicações acima relatadas. Também esclarece que estas constituem as ações prioritárias, mas que está ciente de que outras melhorias e reivindicações são necessárias.

Em março de 2013 foi quando começou a história do Folha Babitonga na versão impressa. De lá para cá muita coisa mudou e o jornal buscou se adequar as novas mídias. Por isso, em março de 2019 entramos em uma nova era. O Folha Babitonga tem se destacado pela produção de conteúdos próprios e focados em São Francisco do Sul. Para manter este trabalho, estamos realizando a campanha de contribuição. Sim. Os conteúdos permanecerão de acesso livre a todos os leitores.  Faça uma contribuição para nos ajudar a entregar um jornalismo comprometido com São Francisco do Sul e independente. Apoie o Folha Babitonga a partir de R$ 10. Obrigado.