Caixa padrão protege o hidrômetro e garante medição da leitura

A água é um dos elementos essenciais para a nossa sobrevivência e está presente em diversas ações de nosso dia a dia. Deste modo, é de grande importância que estejamos atentos a todos os detalhes que podem envolvê-la, desde o armazenamento, passando pelos cuidados com o hidrômetro, até chegar ao consumo. Por isso a importância do uso da caixa padrão.

 

Matheus Silva, gestor operacional da Águas de São Francisco do Sul, explica que, de acordo com as normas vigentes, o consumidor precisa ter uma caixa plástica padronizada instalada de forma embutida no muro da residência ou em uma mureta, nos casos em que a casa não é murada, para proteger o hidrômetro. A instalação da caixa-padrão traz uma série de benefícios, entre elas, a proteção do hidrômetro e a garantia da medição no momento da leitura do consumo mesmo sem a presença do morador, já que não é preciso entrar na propriedade para ter acesso ao relógio.

 

A caixa padrão ajuda inclusive a evitar que a conta de água seja recebida com um valor diferente, por causa de danos com o hidrômetro, causando prejuízos aos donos do imóvel, que podem acabar pagando um valor maior. “Como a caixa tem tampa acrílica, o cliente continua podendo acessar o hidrômetro e verificar o seu consumo diário caso queira”, explica Matheus.

 

 

Em março de 2013 foi quando começou a história do Folha Babitonga na versão impressa. De lá para cá muita coisa mudou e o jornal buscou se adequar as novas mídias. Por isso, em março de 2019 entramos em uma nova era. O Folha Babitonga tem se destacado pela produção de conteúdos próprios e focados em São Francisco do Sul. Para manter este trabalho, estamos realizando a campanha de contribuição. Sim. Os conteúdos permanecerão de acesso livre a todos os leitores.  Faça uma contribuição para nos ajudar a entregar um jornalismo comprometido com São Francisco do Sul e independente. Apoie o Folha Babitonga a partir de R$ 10. Obrigado.