Dicas: Água Potável – passo a passo para o consumo humano

Você sabia que a água potável percorre um longo caminho até que seja distribuída pela cidade? Antes de chegar na casa dos moradores, a água tratada precisa passar por algumas etapas e corresponder aos níveis de qualidade exigidos. A Águas de São Francisco do Sul explica como isso acontece.

Confira as etapas de tratamento da água:

• Captação: a água bruta é captada e transportada por meio de uma adutora até a Estação de Tratamento de Água (ETA).
• Coagulação: Ao chegar na ETA adiciona-se um produto para clarificação, chamado Policloreto de Alumínio (PAC), que favorece a formação de flocos.
• Floculação: Nessa etapa os flocos unem-se uns aos outros, e tornam-se formações ainda maiores e mais pesadas. Esse unificação irá facilitar no processo de decantação.
• Decantação: Nesta fase a água permanece em repouso para que os flocos formados anteriormente possam sedimentar para o fundo do tanque.
• Filtração: após a decantação, a água passa pelos filtros (formados por cascalho, areia e carvão ativado). Nessa etapa as impurezas que ainda restaram ficam retidas no filtro, além disso, a água sofrer uma desodorização pela presença do carvão ativado.
• Fluoretação: Nessa etapa é adicionada à água uma quantidade de Ácido Fluorsilícico (H2SiF6).
• Cloração: O cloro também é adicionado à água com o objetivo de eliminar os microrganismos presentes.
• Correção do pH: Aqui ocorre a correção do pH através de um produto chamado hidróxido de cálcio. Ele tem a capacidade de diminuir a acidez.
• Armazenamento e distribuição: Finalmente a água já tratada pode ser distribuída para a população, reservada em caixas d’água ou reservatórios.
• Os padrões de potabilidade são determinados pelo Anexo XX da Portaria de Consolidação nº5 de 28 de setembro de 2017. Eles são analisados diariamente pela concessionária.

LEGENDA:

01 – Captação
02 – Gradeamento
03 – Floculação
04 – Decantação
05 – Filtração
06 – Desinfecção
07 – Reservação (reservatório)
08 – Rede de distribuição
09 – Clientes (casas)

Em março de 2013 foi quando começou a história do Folha Babitonga na versão impressa. De lá para cá muita coisa mudou e o jornal buscou se adequar as novas mídias. Por isso, em março de 2019 entramos em uma nova era. O Folha Babitonga tem se destacado pela produção de conteúdos próprios e focados em São Francisco do Sul. Para manter este trabalho, estamos realizando a campanha de contribuição. Sim. Os conteúdos permanecerão de acesso livre a todos os leitores.  Faça uma contribuição para nos ajudar a entregar um jornalismo comprometido com São Francisco do Sul e independente. Apoie o Folha Babitonga a partir de R$ 10. Obrigado.