Dicas: Informe a concessionária em caso de falta de água

Caso o morador perceba que está com falta de água, é possível entrar em contato com a Águas de São Francisco do Sul de diferentes maneiras

Sempre que verificar falta de água em sua residência, você pode entrar em contato com a Águas de São Francisco do Sul. O pedido para verificação pode ser feito por meio das centrais de atendimento – pelo telefone 0800 595 4444 (24 horas) ou mensagens para o WhatsApp (47) 99234 1414. O registro pode ser feito também pelo site da concessionária ( www.aguasdesaofranciscodosul.com.br) ou ainda por meio do Águas APP, aplicativo para celular que pode ser baixado gratuitamente.

Os registros de falta de água ou baixa pressão são verificados pela equipe de campo da concessionária. O gerente operacional da Águas de São Francisco do Sul, Gabriel Buim, explica que algumas medidas podem facilitar o atendimento do morador nestes casos. A primeira delas é verificar se o registro está aberto. “Cerca de 30% dos registros que recebemos são em virtude do registro fechado, quando outra pessoa da família ou crianças mexeram no hidrômetro”, explica Buim.

Outra ação é conversar com os vizinhos para ver se estão sem água. Caso no entorno o abastecimento esteja regular, é possível que o cliente tenha alguma pendência financeira ou algum problema interno. “Esta informação colabora muito para que as equipes já possam entender melhor a situação”, aponta o gerente de operações.

Fazem parte das indicações também verificar o site concessionária, onde são informados sempre as manutenções programadas (interrupção para realização de obras de melhorias) ou ainda reparos emergenciais. Todos os comunicados informam o que está ocorrendo e a previsão de retorno de abastecimento.

É importante ainda ter em mãos a matrícula (que está na fatura) quando entrar em contato com a concessionária. Ela é uma espécie de RG da ligação e a informação permite um atendimento mais rápido ao usuário.

Em março de 2013 foi quando começou a história do Folha Babitonga na versão impressa. De lá para cá muita coisa mudou e o jornal buscou se adequar as novas mídias. Por isso, em março de 2019 entramos em uma nova era. O Folha Babitonga tem se destacado pela produção de conteúdos próprios e focados em São Francisco do Sul. Para manter este trabalho, estamos realizando a campanha de contribuição. Sim. Os conteúdos permanecerão de acesso livre a todos os leitores.  Faça uma contribuição para nos ajudar a entregar um jornalismo comprometido com São Francisco do Sul e independente. Apoie o Folha Babitonga a partir de R$ 10. Obrigado.