Eleições 2020: começou a guerra PP x PSD

Claro que é exagero, mas que está pegando fogo os bastidores das eleições 2020 entre o PP e o PSD. Ambos foram procurados pelo Folha Babitonga para falar sobre as eleições que se aproxima, mas nenhum respondeu. Talvez para não abrir as estratégias.

 

Recentemente o PP, através do presidente Luiz Zera, publicou nas redes sociais um chamado para a reunião do partido no dia 13, às 19h, para tratar das eleições. Lembrando que o partido ocupa uma secretaria e também alguns cargos dentro do governo de Renatinho (PP).

 

Então o Prefeito Renatinho, não o partido, enviou um documento aos comissionados convocando todos os comissionados (incluem aqui também os que são do PP) para uma reunião no dia 13, também as 19h, na sede do PSD. No documento, Renatinho convoca também os que não estão filiados no partido.

 

A intenção, juram algumas pessoas próximas, é pressionar o PP e os que estão em cargo no executivo para que se definam em que lado estão. Se irão na reunião dos progressistas é sinal que logo sairão do governo. Parece que no mais tardar no início do próximo ano será feita uma “limpa” nos comissionados que não estiverem aliado ao projeto de Renatinho.

 

A disputa entre PP e PSD ou entre Zera e Renatinho ganhou alguns temperos recentemente. Primeiro Zera reapareceu nas redes sociais. O irmão de Zera foi anunciado como filiado ao PSD. Por último Renatinho se colocou a disposição como candidato a reeleição.

O capítulo de Renatinho poderia ter um artigo exclusivo. Mas para adiantar: o prefeito disse desde o início que não vai a reeleição. Pessoas próximas dizem que se perguntar a ele, Renatinho diz quantos dias faltam para terminar o mandato.

Colocar o nome para disputar é uma estratégia, segundo algumas pessoas próximas. Informações são de que ele colocou-se como candidato para apaziguar os ânimos de parte dos partidários, mas que não irá a disputa.

O negócio é aguardar e ver como partidos e personalidades políticas se movimentam.

Em março de 2013 foi quando começou a história do Folha Babitonga na versão impressa. De lá para cá muita coisa mudou e o jornal buscou se adequar as novas mídias. Por isso, em março de 2019 entramos em uma nova era. O Folha Babitonga tem se destacado pela produção de conteúdos próprios e focados em São Francisco do Sul. Para manter este trabalho, estamos realizando a campanha de contribuição. Sim. Os conteúdos permanecerão de acesso livre a todos os leitores.  Faça uma contribuição para nos ajudar a entregar um jornalismo comprometido com São Francisco do Sul e independente. Apoie o Folha Babitonga a partir de R$ 10. Obrigado.