Hoje é dia de estudantes, professores e técnicos escolher a direção do IFC

Os professores Aduardo Arseno e Rubens Prawuski estão à frente do processo eleitoral que fará a escolha do Diretor Geral do IFC de São Francisco do Sul

Cerca de 800 estudantes, professores e técnicos do IFC de São Francisco do Sul irão escolher hoje, das 9h às 21h, a nova direção local e estadual. A eleição acontece nos 15 campus da instituição e serão indicados o diretor geral de cada unidade, a reitoria da instituição e o Conselho Superior. Para comandar o IFC de São Francisco do Sul dois candidatos estão na disputa: Amir Tauille (atual Diretor Geral) e Adalto Parada.

O processo eleitoral é comandada por uma comissão com nove membros composta por estudantes, técnicos e professores de cada campus para evitar que haja favorecimento de um ou outro candidato. Os professores Aduardo Arseno e Rubens Prawuski estão à frente do processo eleitoral como presidente e secretário, respectivamente.

Segundo eles, durante o período de campanha aconteceram dois debates entre os candidatos a direção geral do Instituto. “Fizemos um durante o dia e outro a noite para contemplar todos os estudantes da instituição que tem demandas diferentes”, comentou Prawuski. Já os candidatos a reitoria apresentaram as propostas via web e também puderam passar pela instituição para divulgar os projetos para o IFC.

Há três candidatos para reitoria da instituição: Luciano Rosa (São Francisco do Sul), Mauricio Lehmann (Araquari) e Sônia Regina de Souza Fernandes (Camboriú). Já os representantes para o Conselho Superior são escolhidos separados. “Cada categoria irá escolher os representantes deles”, explica Arseno. Ou seja, os estudantes votarão em estudantes, professores em professores e técnicos em técnicos.

A votação acontecerá em urnas eletrônicas fornecidas pelo TRE e, por isso, o resultado preliminar da votação deve sair ainda hoje a noite. As nomeações dos eleitos devem acontecer no início de 2020.

As nomeações

Recentemente o presidente Bolsonaro (PSL) tem ignorado as escolas do meio acadêmico e tem indicado reitores da própria escolha e isso tem causado revolta entre estudantes, professores e funcionários das instituições. Tanto Arseno quanto Prawuski dizem que é prematuro falar no assunto. Porém, admitem que há uma preocupação em relação ao assunto.
Os membros da comissão disseram que até o momento desconhecem caso de intervenção da presidência nos IF.

Em março de 2013 foi quando começou a história do Folha Babitonga na versão impressa. De lá para cá muita coisa mudou e o jornal buscou se adequar as novas mídias. Por isso, em março de 2019 entramos em uma nova era. O Folha Babitonga tem se destacado pela produção de conteúdos próprios e focados em São Francisco do Sul. Para manter este trabalho, estamos realizando a campanha de contribuição. Sim. Os conteúdos permanecerão de acesso livre a todos os leitores.  Faça uma contribuição para nos ajudar a entregar um jornalismo comprometido com São Francisco do Sul e independente. Apoie o Folha Babitonga a partir de R$ 10. Obrigado.