Prefeitura não deixa claro o que fará com área próxima a Câmara de Vereadores

Prefeitura não deixa claro o que fará com terreno nas proximidades da Câmara de Vereadores

Na semana passada a Prefeitura divulgou o acordo que fez com a empresa Rocha Empreendimentos Imobiliários para a desapropriação de um terreno de 40 mil metros quadrados nas proximidades da Câmara de Vereadores. Em nota divulgada para a imprensa, a prefeitura disse que “o terreno será utilizado para uso institucional de equipamentos da Prefeitura”. Posteriormente informou que pretende construir uma área de lazer para a população. Porém, o projeto “ainda está em fase de estudos para a readequação do espaço”, afirma.

 

O terreno havia sido adquirido em 2013 para a instalação de um parque municipal. Porém, os pagamentos aconteceram entre janeiro de 2014 e março de 2015, totalizando R$ 3.993.000,00 de um total de R$ 15 milhões. As parcelas posteriores, segundo a prefeitura, não foram pagas.

 

Com o acordo fechado, o Poder Público ficará com 26,62% da área, num total de 10.519,43 metros quadrados. Para fechar o acordo, o Prefeitura pediu autorização à Câmara de Vereadores, que foi aprovado, e homologação judicial.

Em março de 2013 foi quando começou a história do Folha Babitonga na versão impressa. De lá para cá muita coisa mudou e o jornal buscou se adequar as novas mídias. Por isso, em março de 2019 entramos em uma nova era. O Folha Babitonga tem se destacado pela produção de conteúdos próprios e focados em São Francisco do Sul. Para manter este trabalho, estamos realizando a campanha de contribuição. Sim. Os conteúdos permanecerão de acesso livre a todos os leitores.  Faça uma contribuição para nos ajudar a entregar um jornalismo comprometido com São Francisco do Sul e independente. Apoie o Folha Babitonga a partir de R$ 10. Obrigado.